KLINGER News

Vedação: Cuidados para o dimensionamento correto

Os materiais utilizados nas vedações de fluidos industrias asseguram maior qualidades a estes sistemas. Porém é preciso atenção e conhecimento para dimensioná-los corretamente.

Devido à proibição gradativa do uso do amianto nos elementos de vedação, surgiram várias alternativas para sua substituição e isso provocou necessidade de um conhecimento mais profundo dos diferentes tipos de materiais que passaram a ser utilizados.
Enquanto o amianto era extremamente flexível e adaptável, os novos materiais, mais específicos, entretanto não toleram equívocos de dimensionamento e instalação. Por outro lado, estes novos materiais – como o laminado de grafite e o PTFE modificado – têm garantido ganhos de qualidade na vedação de emissões ao meio ambiente.
Para tanto, a KLINGER oferece a mais completa gama de papelões hidráulicos. As lâminas de vedação Linha KLINGERSIL® são compostas por materiais com fibras sintéticas e naturais e atendem as aplicações gerais da indústria.
Os produtos KLINGERGRAPHIT® apresentam vedação de grafite com elevado grau de pureza, e oferecem alta resistência e segurança para aplicações sujeitas a altas pressões e temperaturas.
Já as vedações à base de PTFE modificado (KLINGER TOP-CHEM®) e PTFE expandido (Gore), oferecem alta resistência a produtos químicos e são ideias para sistemas expostos a ácidos, corrosivos ou contaminantes.

O segredo da estanqueidade
Toda boa vedação deve apresentar uma relação adequada entre os diferentes elementos que a compõem (fibras, produtos químicos, borrachas e adicionais), de modo que seja confiável em cada tipo de aplicação.
Assim, para que a junta opere com eficiência, é fundamental aplicar a pressão superficial adequada durante sua instalação. Deste modo o sistema terá boa estanqueidade mantendo porem a flexibilidade necessária.
Da mesma forma é preciso observar ainda a pressão e a temperatura de trabalho do processo e o tipo correto de material vedante a ser utilizado.

Evite os erros de instalação

Para obter maior eficiência e vida útil nas juntas, procure evitar os seguintes erros comuns:
• Seguir padrões estabelecidos para materiais com amianto na seleção de materiais sem amianto. Isto faz com que se usem juntas com espessuras maiores que o necessário;
• Aplicar valores de torque incorretos – A pressão superficial correta aplicada à junta é fundamental para que a vedação atue com eficiência. Além disso, os parafusos devem ser apertados em cruz com etapas de 30%, 60% e 100% do valor do torque nominal.
• Parafusos inadequados – todos os parafusos devem ser iguais, segundo a norma do flange utilizado.

Software ajuda a selecionar vedações
A KLINGER oferece a seus usuários o programa KLINGER Expert, que permite selecionar de forma fácil e prática os materiais a serem usados nas vedações aplicadas em válvulas e outros vasos de pressão. O software calcula e indica o dimensionamento ideal considerando todos os pontos que influenciam no desempenho da vedação. Com ele é possível identificar o tipo de flange que influenciam no desempenho da vedação, a classe dos parafusos, valores de torque recomendados, etc. O programa mostra inclusive com gráficos, qual o material e pressão superficial mais adequado para a melhor performance e durabilidade da junta de vedação.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Post comment